15IACC

Anfitriões

O Conselho da IACC

O Conselho da IACC supervisiona as séries de Conferências da IACC. Foi estabelecido em Setembro de 1996, com a Transparência Internacional como seu secretariado. A meta principal do conselho é fornecer recomendações e assistência ao anfitrião de cada conferência, e assegurar que a conferência seja conduzida de acordo com os princípios contidos nas diretrizes estabelecidas.

Junto da Transparência Internacional (TI), o Conselho contribui muito para o sucesso e seguimento de cada IACC. Ambos fornecem apoio integral para os objetivos da conferência. As diretrizes afirmam que os objetivos são “estimular o intercâmbio global de experiência e metodologia no controle da corrupção, e promover a cooperação internacional entre os cidadãos e instituições de todas as partes do mundo”.

Membros do Conselho da IACC

Barry O’Keefe,AM QC, Presidência, IACC Conselho
Jose Ugaz Benitez, Forno & Ugaz, Advogados
Jermyn Brooks, Presidência, TI Business Conselho Consultivo
Katherine Marshall, Centro de Religião de Berkley, Georgetown
Medhi Krongkaew, Comissário, Comissão Nacional Anticorrupção da Tailândia
Akere Muna, Vice Presidente, Transparência Internacional
Augustin Ruzindana, APNAC
Michael Hershman, Presidente e CEO, Grupo Fairfax

O Comitê do Programa da IACC

O Comitê do Programa da IACC fornece orientação para a concepção do programa da conferência. O Comitê é composto de até 15 membros, o qual inclui o Presidente do Conselho da IACC, um representante do Governo Anfitrião e da Seção Nacional da TI e a TI. Os membros restantes incluem representantes de instituições parceiras internacionais ou outras instituições independentes que são destacadas na área da anticorrupção. O Governo e a Seção Nacional da TI estão ativamente envolvidos na concepção do programa por meio de seus representantes.

Os Membros do Comitê do Programa para a 15ª IACC são:

Shaazka Beyerle, Consultor Sênior, Centro Internacional de Conflitos Não Violentos (ICNC) e Estudante Visitante do Centro para Relações Transatlânticas da Escola de Estudos Internacionais Avançados (SAIS) da Universidade Johns Hopkins.
Magdalena Sepúlveda Carmona
, Diretora de Pesquisa, Conselho Internacional em Política dos Direitos Humanos
Phil Matsheza, Assessor de Anti-Corrupção, UNDP
Stephanie Hankey, Cofundados da Tactical Tech
Robert Leventhal, Diretor de Programas Anticorrupção e Iniciativas Governamentais, e Narcóticos Internacionais e Escritório de Aplicação de Lei, Departamento do Estado Americano.
Caio Luiz Carneiro Magri, Diretor de Políticas Públicas, Instituto Ethos
Maud Perdirel-Vaissiere,
 Diretora da SHERPA
Juanita Riaño, Escritório de Integridade Institucional, Banco de Desenvolvimento Interamericano
Leo Roberto Galdino Torresan, Membro do Conselho da AMARRIBO Brasil
Ricardo Uceda, Diretor Executivo, IPYS
Vania Vieira, Diretora de Prevenção Anticorrupção, Controladoria Geral da União, Brasill
Davida Wood, Gerente de Projetos de Eletricidade da Iniciativa Governamental, Instituto de Recursos Mundiais
Christiaan Poortman
, Administrador de Programas Globais, Transparência Internacional
Dra. Åse Grødeland, Pesquisadora Sênior, Chr. Michelsen Institute (CMI)

Transparência Internacional – Secretariado

A TI atua como o Secretariado para o Conselho da IACC e para o Comitê de Programa de cada conferência. A TI fornece recomendações e assistência para o anfitrião de cada conferência em nome do Conselho da IACC. A TI é também responsável por preparar e executar o programa da conferência; isto inclui a comunicação com uma ampla gama de organizações e indivíduos envolvidos na vanguarda do trabalho anticorrupção. A TI também recebe sugestões do programa e prepara as sessões plenárias da conferência e os workshops. Além disso, a TI ajuda o país anfitrião com as questões de marketing, assessora na logística e faz esforços para levantar fundos para os delegados participantes.

Miklos Marschall, Diretor da IACC, TI

Miklos Marschall

Miklos Marschall (1953) juntou-se a TI como Diretor para a Europa Oriental em julho de 1999, e agora serve como Diretor-adjunto de Manejamento do Secretariado da Transparência Internacional. Miklos é também Diretor para a Conferência Internacional Anticorrupção (IACC). Antes de juntar-se a TI, de 1994 a 1998, foi diretor executivo fundador da CIVICUS: o World Alliance for Citizen Participation (Aliança Mundial para a Participação do Cidadão), uma rede global de ONGs e fundações para promover a sociedade civil. De 1991 a 1994, serviu como vice-prefeito de Budapeste, na Hungria. O Dr. Marschall recebeu a Fulbright Visiting Fellow (bolsa de estudos) em1988/89 na Universidade de Yale. Ele formou-se como Economista na Universidade de Ciências Econômicas Karl Marx, em Budapeste em 1977. Ele recebeu o seu doutorado na mesma universidade em 1984.

Roberto Perez-Rocha, Administrador da IACC, TI

Roberto Perez-Rocha

Roberto Perez-Rocha juntou-se a TI em outubro de 2003, como Gerente do Programa para a Pesquisa da Corrupção Online e do Sistema de Informação e em poucos meses foi nomeado Gerente de Comunicações Online. Desde janeiro de 2006, dirige a série de Conferência Internacional Anticorrupção. De 2000 a 2003 morou em Barcelona (ESP), onde fez os seus estudos de PhD em Ciências Sociais e Políticas na Universidade de Pompeu Fabra, participando em vários projetos de pesquisa. Durante essa época fez trabalho voluntário para a Federação Catalã para Organizações Não Governamentais. De 1993 até 2000 ele trabalhou em diferentes áreas do setor público mexicano, incluindo os Ministérios do Desenvolvimento Social, Desenvolvimento da Agricultura & Rural, e do Interior. Roberto possui Mestrado em Estudos do Desenvolvimento e um diploma de Bacharel em Ciências Políticas e Administração Pública da Universidade Ibero-americana no México.

Paula O’Malley, equipe da IACC, TI

Paula O'Malley

Antes de juntar-se à equipe da IACC, Paula trabalhou com a Rede de Integridade da Água (WIN), uma rede dedicada à ação coletiva contra a corrupção no setor da água. Paula é graduada em Literatura pela Trinity College Dublin e recipiente de uma bolsa de estudos da STIBET onde estudou na Universität Konstanz, e mais tarde estudou Política Pública na Faculdade de Governança/Administração Humboldt-Viadrina. Paula fala Irlandês, Alemão, Frances e Inglês.

Mara Mendes, equipe da IACC, TI

Mara Mendes

Mara juntou-se à equipe da IACC em agosto de 2011. Antes disso, trabalhou como Auxiliar de Pesquisa na Universidade, em uma ONG na África do Sul, no secretariado da Transparência Internacional como consultora e ultimamente como trainee/estagiária com a equipe de Mídia Social da Comissão Europeia. Mara tem um Mestrado em Mídia, Comunicações e Desenvolvimento da London School of Economics, e é ex-aluna do Serviço Alemão de Intercâmbio Exterior. Ela fala Alemão, Inglês e Português.

Para saber mais sobre Transparência Internacional, por favor, visite www.transparency.org

Agência da Controladoria-Geral da União (CGU) no Brasil

A Agência da Controladoria-Geral da União é responsável por combater atos de corrupção e aumentar a transparência dentro da administração pública federal. É composto pela Inspetoria Geral de Disciplina Administrativa, o Secretariado de Controle Interno Federal, o Secretariado de Prevenção de Corrupção e Informação Estratégica e a Ouvidoria Geral da Administração Pública Federal.

A ação disciplinar é uma das áreas-chave do Escritório da Controladoria-Geral da União. Ela inclui atividades relacionadas à investigação de possíveis irregularidades cometidas por funcionários públicos e pelo cumprimento das penalidades aplicáveis. O Secretariado Federal de Controle Interno é a unidade encarregada de avaliar a execução dos orçamentos do Governo Federal e auditar o gerenciamento de fundos públicos federais sob a responsabilidade de agências e organizações públicas e privadas, entre outras funções. A Ouvidoria é responsável por receber, examinar e encaminhar reclamações, elogios e sugestões que se referem a procedimentos e ações de agentes do Poder Executivo Federal, unidades e entidades. A Ouvidoria Nacional também é responsável pela coordenação técnica de seguimento das ouvidorias do Poder Executivo Federal bem como a organização e interpretação de reclamações, elogios e sugestões recebidas, e produz pesquisas quantificadas no nível de satisfação dos usuários dos serviços públicos prestados, no âmbito do Poder Executivo Federal. Além de centralizar e aprimorar ações preventivas, o Secretariado de Prevenção de Corrupção e Informação Estratégica realiza atividades de inteligência. Como resultado, o Brasil está na categoria dos países de vanguarda em termos de prevenção da corrupção.

Para saber mais sobre a Controladoria-Geral da União (CGU), por favor, visite www.cgu.gov.br

Amarribo Brasil

A Amarribo Brasil, o contato nacional da Transparência Internacional no Brasil, é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, cujos objetivos são combater a corrupção, promover uma cultura de responsabilidade (supervisão das despesas públicas), e a educação e mobilização da sociedade civil em defesa dos seus direitos civis. A Amarribo Brasil realiza isto junto a uma rede de organizações em todo o Brasil e por meio da construção de projetos.
A Conselho de Administração da entidade é formado por Jorge Donizeti Sanchez e Josmar Verillo. Leo Roberto Galdino Torresan responde pela presidência da Amarribo Brasil, enquanto que José Chizzoti e Guilherme Haehling são, respectivamente, vice-presidente e diretor executivo.

Para saber mais sobre a AMARRIBO BRASIL, por favor, visite www.amarribo.org.br

Instituto Ethos

A missão do Instituto Ethos é mobilizar, sensibilizar e auxiliar empresas a administrar seus negócios de uma forma socialmente responsável, tornando-os parceiros na construção de uma sociedade justa e sustentável. Fazendo isto através da troca de conhecimentos e experiências, e do desenvolvimento de ferramentas para ajudar as empresas a analisar suas práticas de gerenciamento e aprofundar o compromisso delas com a responsabilidade social e desenvolvimento sustentável. Caio Luiz Carneiro, gerente Executivo de Políticas Públicas, representa o Insituto Ethos.

Para saber mais sobre o Instituto Ethos, por favor, visite www.ethos.org.br